domingo, 6 de novembro de 2011

Imperfeições e Realidade


Aqueles romances da televisão, sempre me fizeram querer alguém ao meu lado para assisti-los comigo, para dividir a pipoca e perder a metade do filme encontrando-se nos meus olhos. Aquelas músicas lentas e casais famosos, sempre me fizeram desejar uma química entre eu e outro alguém, alguém alto, com o sorriso bonito e um ótimo senso de humor. Um amigo que não fosse apenas isso.

Esse alguém sempre seguiu minhas exigências, sendo perfeito de acordo com a minha imaginação, fugindo da verdade que eu sonhava destruir; afinal de contas minha realidade nunca foi a mais agradável de todas. Não, eu não tenho uma vida péssima, talvez ela seja calma até demais. Você já precisou de adrenalina? Já sonhou viver uma cena de filme, onde a noite cai junto com a neve? Pois na minha realidade a neve não existe, pelo menos não aqui.

E é de uma decepção sem tamanho, saber que minha imaginação construiu um ser perfeito demais para a capacidade de aceitação do planeta, uma pessoa sem defeitos que meu coração sempre desejou, que sorria comigo, me entendia e nunca, jamais me dizia que eu estava errada. Foi alguém que eu construí na infância, e aperfeiçoei durante minhas ilusões amorosas, foi alguém que nem os filmes mais românticos puderam superar, e ele era apenas meu.

Tempos depois vim a conhecer um alguém pouco parecido com meu tão sonhado príncipe, um alguém com defeitos como eu, um alguém que mesmo me amando, sempre apontou meus erros e protegeu minhas fraquezas, mas ele ainda tinha o sorriso lindo, ainda me entendia, e me fazia sonhar o resto da noite depois de me abraçar na porta de casa. Ele não fez a neve cair nesse meu país tropical, e não dividiu uma pipoca comigo. Nós não tentamos assistir filmes porque isso é coisa de casal que não tem o que fazer, e eu estive muito ocupada admirando-o dormir, embaraçando seu cabelo entre meus dedos, e esperando que ele acordasse com o sorriso que eu havia esperado durante toda a vida.

Ele não é o garoto que inventei, não é o personagem do romance que nenhum filme conseguiu superar, mas ele se superou sozinho; ele é um ótimo substituto para o meu travesseiro, ele tem defeitos e nem sempre concorda comigo, mas ele é tão real quanto a neve que agora está caindo em algum lugar do mundo.

Ele é meu amigo e algo mais além disso, ele me conta seus problemas e nos abraçamos depois de cada drama, para entendermos que uma tempestade nunca será mais forte que nossas mãos dadas. Ele é a adrenalina que eu precisava, é a minha neve, é a minha perfeição em forma de realidade, a realidade que eu nunca fui capaz de imaginar, a perfeição que ele não foi capaz de superar!

***

Já faz um tempo que não escrevo pra você, e sinto que esse é o momento certo para fazê-lo. As coisas nunca serão perfeitas, e sempre sairão do lugar com uma certa frequencia. Você não é o tipo de pessoa que leva um tombo e permanece no chão, mas para o caso de algum dia isso acontecer, se eu não cair com você te ajudarei a levantar! (LBG)

3 comentários:

  1. Olá Tudo bem? Parabéns pelo blog,muito legal mesmo, bem feito e escrito. Gostei tanto que já virei seguidora...
    Esperamos a sua visita lá no nosso bloguito também, e se gostar segue, ficaremos muito felizes......

    Bjos

    http://www.pensaseeufosserica.com/

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostaram meninas. Muito obrigada pela visita! :)

    ResponderExcluir
  3. Que lindo flor... adorei!!
    Beijinhos

    http://www.sweet-mess.com/

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...