segunda-feira, 23 de maio de 2011

Monotonia


"Maneira de viver sem alteração nos hábitos", este meu dicionário continua me machucando com as palavras cheias de verdade, que jorram minha falta de coragem por todos os cantos da casa. Não querer pisar no chão depois de uma noite turbulenta, fingir que o relógio não despertou e esconder a roupa de si mesma, para ter motivos suficientes para não aparecer. Espero que seja isso o que ele quis dizer.
Parece que meus finais de semana são mais cansativos do que as noites vazias, e fora de horário adequado que abro a porta de casa. Parece que o mundo inteiro precisa de mim justo quando não quero estar disponível, e meu filme preferido só passa na televisão quando não posso perder mais algumas noites de sono.
Mesmo não me conhecendo a tanto tempo, sei do meu teimoso hábito de manter-me escondida por baixo das cobertas, após uma boa dose de agitação seguida pela enorme vontade de dormir. Causa desgosto, e a inevitável vontade de cometer um suicídio mas, como disse o meu amigo rico em sabedoria, não há mudança nos hábitos, porque diabos eu resolveria me levantar da cama de repente?
Não posso obrigar-me a caminhar, pois sei que odiaria se outro alguém o fizesse. Não posso simplesmente adotar um comportamento maduro, quando na verdade preciso apenas de um algodão doce! Se realmente precisamos de soluções para a mudança que se encontra ausente em nossos hábitos preguiçosos, a única alternativa é esconder o real motivo pelo qual isso acontece, enquanto procuramos um ambiente de trabalho onde se possa andar de pantufas e não sair debaixo das cobertas. É a monotonia que chegou logo depois que ele partiu, e não estou me referindo ao dicionário; este continua aqui!

2 comentários:

  1. Não sei você, mas eu amo a monotonia *-* Desde que inclua coisas que eu goste é claro. rs'

    ResponderExcluir
  2. Assim, quem não vai gostar né fia?

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...