terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Futilidades


Ele aperta minha mão quando não quer que eu saia de perto. Confunde minha indignação com raiva, e não entende quando fico calada demais; na verdade nem eu entendo! Ele fica bravo quando ando perto do perigo, e o mundo parece mais ameaçador quando ele some da minha vista. Ele não se atreve a mentir, mas desconfio que se tentasse eu saberia distinguir. Ele demora um bom tempo pra dizer que sente saudade, mas com um abraço eu descubro que é verdade. Eu poderia sonhar durante dias sem me preocupar com meu medo do escuro, poderia me esquecer das obrigações e arriscar férias fora de hora, se estivesse perto dele. Nós fugimos do que pode nos afastar, e não soltamos nossas mãos mesmo quando estamos parados. Ele deve pensar que é futilidade, mas o papelzinho do cinema está guardado comigo, a foto 3x4 continua na minha carteira, e eu preciso ler a carta que ele escreveu... toda noite antes de dormir.

6 comentários:

  1. aaah que lindo !
    descrição do seu amor? ou o que?
    asasuihaiushaiush

    perfeito, me incomoda como você me descreve tbm er'

    te amo s2

    ResponderExcluir
  2. E olha que não sou vidente hein? hahahaha! s2

    ResponderExcluir
  3. Oi. Gostei do seu blog. Se puder segue o meu blog ? http://xxx-memories-xxx.blogspot.com/
    Ficarei feliz em ver você por lá no meu cantinho.

    Obrigada pela atenção.
    Ass: Jéssica.
    Bjoos ♥

    ResponderExcluir
  4. Olá, obrigada pela visita! Vou passar no seu blog =)

    ResponderExcluir
  5. Ount' O amor é lindo *-* kosapskoapsko

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...